Posted by: CAROL


O  mundo está tão cheio de livros, como falto de verdades. E oxalá que nos homens fossem, de algum modo, tantos os frutos quantas são sem número, nos livros, as folhas. Mas a desgraça é que, por mais que sejam muitos os notadores dos livros, são muito mais os que no mundo vivem notados; e não basta vermos encadernados os livros, para que deixemos de ver desencademados os homens. Com efeito, são os livros os suores dos homens ou o engenho dos homens; e está o mundo tão emendado, que já ninguém vive do suor alheio.

Padre António Vieira  |  “As Sete Propriedades da Alma”

Ilustração de fundo: Alexey Kurbatov | Ilustração de Antônio Vieira: desconhecido


Anúncios